sábado, 5 de maio de 2012

Rei atraído

Caros colegas,
Um dos temas táticos mais interessantes no xadrez é o que chamamos de "atração".
O mestre Ludek Pachman, em seu livro "Prática do meio-jogo no xadrez", explica assim: "Se trata de atrair uma figura inimiga a um quadrado, uma diagonal ou uma linha, onde essa figura possa ser conquistada ou provocar a seu bando outros prejuízos."
No fragmento de partida que reproduzimos logo a seguir, veremos como as brancas, mediante o sacrifício de uma peça, atraem o Rei preto para uma casa de onde ele não terá muitas chances de escapar do mate.
Vamos ver como aconteceu isso?
Posição inicial de nosso estudo.
Vejam que o Rei preto, apesar de estar com sua estrutura defensiva já algo debilitada, ainda possui uma posição sem maiores ameaça de mate.
Como a iniciativa é das brancas, cabe a elas provocar o rompimento desta aparente tranquilidade preta.
1.Bh6+
O sacrifício que provocará a "atração real" para a casa h6.
1.______,Kg6
O Rrei preto, inteligentemente, não captura o Bispo branco, pois, senão, levaria mate com 2.Qxf6++
2.gxh5+
Como o "plano A" não deu certo, as brancas partem para o "plano B".
2.______,Kxh6
Agora sim é possível esta captura.
Vejamos porque.
3.Qxf6+
3.______,Kxh5
O Peão branco de h5 ficou desprotegido, possibilitando uma saída para o Rei preto, mas.......
4.Rh1+
Entra em ação a perigosíssima Torre branca atuando em uma coluna aberta.
4.______,Qh3+
Agora já começu a "fase da agonia" para as pretas!
5.Rxh3+
5.______,Kg4
6.Rh4++
Também poderia ser com o Bispo em d1.
Fim de jogo!

Nenhum comentário: