domingo, 6 de março de 2011

Essa é velha

Caros colegas,
Uma produção da Oficina de Xadrez do blog http://xadrezdomeujeito.blogspot.com/
Impressionante como as velhas e eficientes armadilhas do xadrez continuam tendo efeito devastador entre seus jogadores.
Claro que elas sempre são ajudadas por dois elementos humanos: a distração e a "fome" de vencer!
Ensinamos às crianças os efeitos destruidores que têm a posição conhecida como "Rei sem respiração", mas até os "marmanjos" ainda caem nestas armadilhas!
Vejam só um exemplo:
 
 
Posição após 1.Qg2
Jogam as pretas.
Enquanto o Rei branco já está sem a proteção de seu escudo de Peões defensivos e completamente exposto, o Rei preto está confortavelmente protegido pelos seus Peões de f7, g7 e h7.
Só que esta posição tem um probleminha:
Não pode ficar sem a Torre na oitava linha e, em caso de se precisar movimentá-la, devemos sempre, antes de mais nada, abrir o Peão h até h6, deixando uma casa de fuga para que o Rei possa utilizá-la, em caso de um ataque inesperado através de sua retaguarda.
 
 
1._____,Qd3+
As pretas continuam atacando o Rei exposto.
 
 
2.Re2
 
 
2._____,Qf5+
 
 
3.Kg1
O Rei branco se afasta da Torre e2, deixando-a como isca para uma armadilha mortal, mas muito conhecida!
 
 
3._____,Rxe2
E as pretas, por distração ou por "fome de vencer", caem inocentemente na armadilha!
 
 
4.Qa8+
Nenhuma das duas proteções disponíveis para as pretas, neste momento, poderão salvá-las de um xeque mate!
 

Nenhum comentário: